Love by CS Lewis

September 9, 2009 - Leave a Response

“Ame qualquer coisa e seu coração será espremido e possivelmente quebrado. Se você quer ter a certeza de que ele irá ficar intacto, você não deve dá-lo a ninguém, nem mesmo para um animal. Envolva com cuidado ao redor de hobbies e pequenos luxos, evite todos envolvimentos. Tranque com segurança na urna ou caixão do seu egoísmo. Mas nesta urna, segura, escura, imóvel, abafada, ele vai mudar. Não será quebrado, se tornará inquebrável, impenetrável, irresgatável, amar é ser vulnerável.”

C.S.Lewis

Amor by Neil Gaiman

June 14, 2009 - One Response

Pra abrir com chave de ouro, aí vai uma quote certeira de um amargurado. Um dos meus autores preferidos: Neil Gaiman.

“Have you ever been in love? Horrible isn’t it? It makes you so vulnerable. It opens your chest and it opens up your heart and it means that someone can get inside you and mess you up. You build up all these defenses, you build up a whole suit of armor, so that nothing can hurt you, then one stupid person, no different from any other stupid person, wanders into your stupid life…You give them a piece of you. They didn’t ask for it. They did something dumb one day, like kiss you or smile at you, and then your life isn’t your own anymore. Love takes hostages. It gets inside you. It eats you out and leaves you crying in the darkness, so simple a phrase like ‘maybe we should be just friends’ turns into a glass splinter working its way into your heart. It hurts. Not just in the imagination. Not just in the mind. It’s a soul-hurt, a real gets-inside-you-and-rips-you-apart pain. I hate love.” Neil Gaiman.

Traduzindo:

“Você já esteve apaixonado? Horrível, não é?! Te faz se sentir vulneravel. Abre seu peito e seu coração e isso significa que alguem pode entrar dentro de você e bagunçar tudo. Você constroi todas essas defesas, você constroi  toda essa armadura, para que nada te machuque, então uma pessoa estupida, que não difere em nada de outra pessoa estupida, vai entrando na sua vida estupida… E você lhe dá um pedaço seu. Eles não pediram por isso. Eles simplesmente fazem algo bobo, como te beijar ou sorrir pra você, e então sua vida já lhe pertence mais. O amor toma refens. Entra dentro de você. Te devora e te larga chorando na escuridão, uma simples frase como: ” talvez devessemos ser só amigos” se torna estilhaços de vidro direto no seu coração. E dói. Não somente na imaginação. Não somente na sua mente. É uma dor na alma, real entra-em-você-e -te-estraçalha dor. Eu odeio o amor.”

Um visão bem negra dos corações vermelhos das lentes cor de rosa.

2973725108_6e42f2989e

PS: Tradução feita por mim, bem nas coxas, sorry!

Follow

Get every new post delivered to your Inbox.